Em clima de informalidade e de total interação, teve início na manhã desta quarta-feira (9) o Encontro Regional On-line da 9ª Região Judiciária, que chega à quarta edição digital e tem Caldas Novas como comarca polo. O evento, que dura três dias e é promovido pela Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Goiás em parceria com a Escola Judicial de Goiás (EJUG), contou hoje com 126 participantes, entre magistrados e servidores da respectiva região. Ao cumprimentar os presentes em nome do corregedor-geral da Justiça do Estado de Goiás, desembargador Kisleu Dias Maciel Filho, o juiz Aldo Guilherme Saad Sabino de Freitas, auxiliar da CGJGO e coordenador do Encontro Regional, falou um pouco sobre o novo formato on-line adotado pela Corregedoria na realização dos encontros regionais devido à pandemia da Covid-19 e enfatizou a importância de se enxergar a situação sob outro prisma. 

A importância da flexibilidade, da criatividade, da empatia e do espírito cooperativo em tempos de incerteza experimentados com a crise da Covid-19 foram pontos contemplados pelo corregedor-geral da Justiça do Estado de Goiás, desembargador Kisleu Dias Maciel Filho, no encerramento do Encontro Regional On-line (o terceiro no formato virtual) da 5ª Região Judiciária nesta sexta-feira (14), cuja realização é da Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Goiás em parceria com a Escola Judicial de Goiás (Ejug). Em tom de estímulo, positividade e acolhimento,o desembargador Kisleu Dias Maciel Filho, que participou da reunião institucional reservada com os magistrados, ressaltou a união, o equilíbrio e a força das diversas e árduas tarefas desempenhadas por magistrados e servidores que integram o Poder Judiciário deste Estado para a realização e o consequente sucesso do evento. 

O horário de funcionamento das serventias extrajudiciais no Estado de Goiás volta a ser das 8 às 17 horas, entretanto, continuará a ocorrer mediante pré agendamento, em regra, para evitar filas e aglomerações, reduzindo, assim, os riscos de contaminação, tanto dos usuários quanto dos funcionários dos cartórios, pela Covid-19. A decisão é do corregedor-geral Justiça do Estado de Goiás, desembargador Kisleu Dias Maciel Filho, que, na noite desta segunda-feira (31/08) assinou a Portaria nº 76/2020, que altera o parágrafo 1º do artigo 3º da Portaria nº 57, de 6 abril deste ano, cujo teor estabelecia o atendimento presencial ao público pelos cartórios extrajudiciais das 10 às 16 horas durante a pandemia da Covid-19. 

A missão da Justiça em dar continuidade à prestação jurisdicional, sem prejuízo das partes, em tempos desafiadores decorrentes da pandemia da Covid-19 com a realização das audiências não presenciais. Esse foi o principal aspecto abordado na live inédita promovida pela Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Goiás na manhã desta quinta-feira (13) com transmissão ao vivo pelo canal da Diretoria de Planejamento e Programas da CGJGO no YouTube. O juiz e professor Aldo Guilherme Saad Sabino de Freitas, auxiliar da CGJGO, coordenador do Encontro Regional On-line e integrante do Comitê de Crise do Poder Judiciário goiano, foi o palestrante e expositor do painel jurídico, que teve 179 participantes, e a juíza Laura Ribeiro de Oliveira, titular da 1ª Vara Judicial de Itaberaí (promovida recentemente) e também componente do Comitê de Crise do Poder Judiciário, como debatedora. A mediação ficou a cargo do juiz Rodrigo Brustolin, diretor do Foro de Rio Verde. 

Fale conosco sobre esta página