O estímulo ao debate, a reflexão, a importância dos juizados especiais e as consequências do cenário pandêmico deram a tônica dos dois painéis apresentados na manhã desta quinta-feira (22), primeiro dia de atividades do Webinário Fonaje - Goiânia 2020. Com a mediação do desembargador Gerson Santana Cintra, coordenador-geral do Sistema de Juizados Especiais no Estado de Goiás, o primeiro painel do dia teve como tema a Relevância dos Sistemas de Juizados Especiais em Tempos de Pandemia, e foi apresentado pelo ministro Antônio Saldanha Palheiro, do Superior Tribunal de Justiça (STJ). 

No início da noite desta quarta-feira (21) magistrados e servidores que atuam no sistema dos Juizados Especiais e Turmas Recursais do Estado de Goiás aprovaram 15 enunciados (4 no âmbito Cível, 1 no Cível/Execução, 1 no Criminal, 4 nas Fazendas Públicas, e 5 nas Turmas Recursais) e 6 moções (2 no Cível e 4 nas rotinas de secretaria) no encerramento do 3º Encontro de Precedentes dos Juizados Especiais promovido hoje pela Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Goiás em parceria com a Escola Judicial de Goiás (Ejug).

Precursor da mediação e da conciliação, essencial instrumento pacificista dos conflitos pelo procedimento sumaríssimo, oral, simples, econômico e célere, o sistema dos Juizados Especiais abriu as portas para a inclusão social no País e, diante do cenário pandêmico, promoveu uma revolução no que se refere ao pleno acesso do cidadão à Justiça. Essa foi a mensagem transmitida na manhã desta quinta-feira (22) pelo ministro Humberto Martins, presidente do Superior Tribunal de Justiça STJ), na abertura do Webinário Fonaje - Goiânia 2020, promovido pela Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Goiás em parceria com o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás e Escola Judicial de Goiás. 

O Webinário Fonaje - Goiânia 2020 que será promovido, no âmbito virtual em razão do cenário de crise pandêmica, pela Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Goiás em parceria com a Escola Judicial de Goiás nos dias 22 e 23 de outubro (quinta e sexta-feira) teve as inscrições prorrogadas para quarta-feira (21) até as 14 horas. Os magistrados e servidores de todo o País, que atuam nos Juizados Especiais e Turmas Recursais, poderão se inscrever pelo link. A transmissão do evento, um dos maiores do Brasil na seara jurídica, será realizada a partir de Goiânia pela primeira vez e tem como coordenador-geral o juiz Aldo Guilherme Saad Sabino de Freitas, auxiliar da CGJGO e um dos integrantes da diretoria do Fonaje (Fórum Nacional dos Juizados Especiais).

Fale conosco sobre esta página