A 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) reformou sentença da comarca de Anápolis para revogar a determinação de partilha dos créditos que advêm de acertos trabalhistas e negociações anteriores à constituição do matrimônio.

Os componentes da 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) seguiram o voto do relator, desembargador Amaral Wilson de Oliveira, e mantiveram decisão monocrática, negando recurso interposto pelo Estado de Goiás, que pretendia a reconsideração da decisão que concedeu a um bombeiro a isenção do imposto de renda por ele ser bipolar.

A comarca de Bom Jesus realiza a partir desta quarta-feira (3) até sexta-feira (5), o mutirão previdenciário na Banca de Conciliação instalada nas dependências do fórum.

Serão realizadas no dia 11 de abril, das 8 às 18 horas, na Faculdade Anhanguera, Audiências Concentradas de Conciliação de Dpvat, na Comarca de Anápolis. Os trabalhos serão comandados pelo juiz Paulo César Alves das Neves, coordenador do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO). No total, sete bancas serão responsáveis pela análise de 99 processos. (Texto: Aline Leonardo - Centro de Comunicação Social do TJGO)

 

Fale conosco sobre esta página