O presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), desembargador Carlos Alberto França, fez a abertura, na manhã desta sexta-feira (28), do evento regional da Rede de Altos Estudos em Audiência de Custódia, realizado em parceria com os tribunais estaduais de Mato Grosso do Sul e de Minas Gerais. O projeto visa discutir formas para o aprimoramento das audiências de custódia no Brasil, e integra o programa Fazendo Justiça, uma parceria entre o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

O Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), por meio da Coordenadoria Estadual de Audiência de Custódia, em parceria com o Tribunal de Justiça do Estado do Mato Grosso do Sul (TJMS) e com o Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais (TJMG), promovem na próxima sexta-feira (28), o evento regional da Rede de Altos Estudos em Audiência de Custódia. O presidente do TJGO, desembargador Carlos Alberto França, foi convidado para fazer a abertura do evento.

Desde a publicação da Resolução 213 do CNJ em 2015 até os dias atuais, mais de 758 mil audiências de custódia já foram realizadas no País, das quais 35 mil em Goiás, e já modificaram significativamente o cenário do sistema penitenciário no Brasil. Nesta sexta-feira (28), o presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), desembargador Carlos Alberto França, discutirá o tema em evento regional da Rede de Altos Estudos em Audiência de Custódia, realizado em parceria com os tribunais de Mato Grosso do Sul e de Minas Gerais.

O programa Fazendo Justiça, uma parceria entre o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), lança a partir do próximo dia 30 de abril o evento Altos Estudos em Audiência de Custódia, que será realizado virtualmente, por meio da plataforma Zoom. A juíza Ana Cláudia Veloso Magalhães, titular da Vara de Custódia da comarca de Goiânia, será palestrante no evento.