Presidida pelo juiz Ricardo Dourado, auxiliar da Corregedoria e responsável pelo âmbito do Extrajudicial em Goiás, a equipe da Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Goiás esteve reunida nesta quarta-feira (2) com o juiz Paulo César Alves das Neves, coordenador do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec) do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, e representantes dos cartórios extrajudiciais para tratar da conciliação e mediação nestas serventias em todo o Estado. Este é o 17º encontro com notários e registradores promovido pela CGJGO e o segundo da atual gestão neste Biênio 2021/2023, que tem à frente o desembargador Nicomedes Domingos Borges.

Além da conciliação nos serviços extrajudiciais, constaram da pauta temas referentes a decisão do Conselho Nacional de Justiça na 329ª Sessão Ordinária, capacitação dos prepostos das serventias extrajudiciais, protesto das CDAs (Lei Estadual nº 19.191/2015 e Decreto Judiciário nº 1932/2020), e comunicação de óbito.

Participaram da reunião Sérgio Dias dos Santos Júnior, diretor de Correição e Serviços de Apoio; Ubiratan Alves Barros, Assessor de Orientação e Correição; Suzana Estevam de Almeida e Guilherme da Paixão Costa Ferreira, assessores correicionais.

Estiveram presentes ainda os cartorários Igor França Guedes, presidente da Associação de Titulares de Cartórios (ATC), Colégio Registral Imobiliário de Goiás (Cori) e Sindicato dos Notários e Registradores (Sinoreg-GO); Naurican Ludovico Lacerda, do Instituto de Registro de Títulos e Documentos e de Pessoas Jurídicas do Estado de Goiás (IRTDPJ-GO); Frederico Junqueira, presidente do Instituto de Estudos de Protesto de Títulos do Brasil - Seção Goiás (IEPTD-GO); Bruno Quintiliano, presidente da Associação dos Registradores de Pessoas Naturais de Goiás (Arpen-GO); e Alex Valadares Braga, representando o Colégio Notarial do Brasil - Seção Goiás (CNB-GO). (Texto: Myrelle Motta - Diretora de Comunicação Social da Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Goiás/Print cedido pela equipe correicional)





Fale conosco sobre esta página