A Escola Judicial do Estado de Goiás (Ejug) e o Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec) do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) promovem o curso de Conciliação Judicial e Mediação Judicial, na comarca de Santo Antônio do Descoberto. As aulas serão nos dias 3, 4, 12, 13 e 14 de setembro, das 8 às 18 horas, com intervalo de duas horas para o almoço. O curso tem carga horária de cem horas, incluindo estágio supervisionado que será realizado na comarca. São 16 vagas e as inscrições devem ser feitas até o dia 27 de agosto de 2018.

Os interessados deverão enviar e-mail para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., com cópia do currículo, documento de identificação com foto e certificado de conclusão de curso superior ou entregar presencialmente na Secretaria de Diretoria do Foro da Comarca, localizado no fórum local com a servidora Deuza Vitor da Silva.

O público-alvo é composto por servidores ativos e inativos, administradores, advogados, contadores, psicólogos, assistentes sociais, membros do Ministério Público e da magistratura, conciliadores, árbitros, acadêmicos de Direito, Psicologia e demais cursos, comunidade em geral.

O curso

O curso será totalmente presencial, ou seja, não é permitido ausência, mesmo que temporária. O candidato que deixar de assinar alguma das listas de presença deixará de fazer jus ao certificado respectivo. Quem tiver deferida sua inscrição e deixar de comparecer, sem motivo justo, perderá a oportunidade de participar de cursos futuros ofertados ou promovidos pelo Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Soluções de Conflitos, pelo prazo de seis meses, contados da data de início do curso para o qual teve a inscrição deferida.

A certificação somente será emitida ao aluno que for aprovado no módulo I (parte teórica) e módulo II (estágio supervisionado). Não receberá certificação o aluno que concluir apenas a primeira parte.

Os alunos que forem aprovados nos dois módulos deverão assinar um termo de compromisso, no qual obrigam-se a prestar 192 horas anuais, divididas em quatro horas semanais, de forma voluntária para o TJGO, a serem acompanhadas pela juíza coordenadora do CEJUSC. Os alunos que forem formados há mais de dois anos serão certificados como mediadores, os demais como conciliadores. Mais informações nos telefones (61) 3626-3687 e 3626-5938, ramal 6507. (Centro de Comunicação Social do TJGO)

 

Fale conosco sobre esta página