Evento tradicional no Poder Judiciário, a Semana Nacional de Conciliação é uma campanha de iniciativa do Conselho Nacional de Justiça – CNJ, com o objetivo de disseminar em todo o país a cultura da paz e do diálogo, desestimular condutas que tendem a gerar conflitos e proporcionar às partes uma experiência exitosa de conciliação.

Destarte, o Tribunal de Justiça de Goiás desde o ano de 2006 vêm participando, como protagonista, das campanhas de conciliação, por entender que a utilização dos métodos consensuais de solução de conflitos é um mecanismo permanente e complementar à solução adjudicada, assegurando assim aos jurisdicionados uma solução mais adequada dos conflitos.

A Semana Nacional de Conciliação oferece aos jurisdicionais uma forma ativa e eficaz para a solução de conflitos, promove a disseminação das práticas já adotadas por este Tribunal, no que tange aos métodos consensuais de solução de conflitos, possibilita a aproximação dos jurisdicionados ao Poder Judiciário e a integração de vários órgãos e instituições privadas, para que juntas possam solucionar os conflitos a serem tratados. Motiva, também, o projeto a possibilidade de reduzir a taxa de congestionamento do Judiciário Goiano.

Outrossim, há de se destacar os números gerais alcançados e as frequentes premiações recebidas pelo Tribunal de Justiça, no Prêmio Conciliar é Legal, na específica categoria da Semana Nacional de Conciliação. 

Reconhecimento (Premiações)

Além de contribuir para redução de acervo processual (e da própria taxa de congestionamento do Poder Judiciário), contribuir para certo aprimoramento da prestação de serviço, reduzir o custo dos processos que chegam ao cabo, pela conciliação e para a disseminação da cultura da paz, a Semana Nacional de Conciliação aloca o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás em destaque nacional. 
Isso é traduzido pelo reconhecimento do CNJ por ocasião dos prêmios “Conciliar é Legal: 

  •  X EDIÇÃO DO PRÊMIO “CONCILIAR É LEGAL”. ANO: 2019
    - Categoria Semana Nacional de Conciliação. Critério do artigo 13, II, do regulamento:
    - Categoria Juiz Individual Estadual: Juíza de Direito Aline Vieira Tomás - Projeto ADOCE: Acordos após ingestão de Dextrose/Glicose observados em Conciliações Judiciais (processuais) e Extrajudiciais (pré-processuais)
  • VIII EDIÇÃO DO PRÊMIO “CONCILIAR É LEGAL”. ANO: 2017
    - Categoria Semana Nacional de Conciliação. 
    - Categoria Tribunal Estadual - tema: Roda de Conversa sobre Família.
  • VII EDIÇÃO DO PRÊMIO “CONCILIAR É LEGAL”. ANO: 2016
    - Categoria Semana Nacional de Conciliação - critério absoluto e relativo
  • VI EDIÇÃO DO PRÊMIO “CONCILIAR É LEGAL”. ANO: 2015
    - Categoria Semana Nacional de Conciliação - critério absoluto e relativo
  • V EDIÇÃO DO PRÊMIO “CONCILIAR É LEGAL”. ANO: 2014
    - Categoria Tribunal Estadual - Projeto Mediação Familiar
    - Categoria Maior índice de composição Semana Nacional de Conciliação - critério relativo. 
    - Categoria Prêmio Especial de Qualidade.
  • IV EDIÇÃO DO PRÊMIO “CONCILIAR É LEGAL”. ANO: 2013
    - Categoria: Semana Nacional de Conciliação
    - Menção honrosa: Categoria Prêmio Especial de Qualidade
  • III EDIÇÃO DO PRÊMIO “CONCILIAR É LEGAL”. ANO: 2012
    Categoria: Maior índice de conciliação Semana Nacional de Conciliação.
  • II EDIÇÃO DO PRÊMIO “CONCILIAR É LEGAL”. ANO: 2011
    Categoria: Maior índice de composição Semana Nacional de Conciliação.
    Menção honrosa : qualidade técnica às práticas autocompositivas
  • I EDIÇÃO DO PRÊMIO “CONCILIAR É LEGAL”. ANO: 2010
    Categoria: Tribunal de Justiça.
    Tema: Paz duradoura
Fale conosco sobre esta página