A menos de 50 quilômetros da capital, a comarca de Hidrolândia ganhou, nesta segunda-feira (24), uma unidade do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc), cuja solenidade de instalação foi prestigiada pelo presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), desembargador Gilberto Marques Filho. 

O Cejusc  tem a função de concentrar as audiências e sessões de conciliação e mediação, processuais e pré-processuais, e também o serviço de atendimento e orientação ao cidadão. Com esta nova unidade em Hidrolândia, já  somam  64 Cejusc em Goiás, sendo que na sexta-feira (28), será vez da comarca de Campinorte receber o benefício.

Gilberto Maques observou que o Cejusc é uma das prioridades de sua gestão, estando programada a instalação de 20 unidades, das quais 14 já foram inauguradas. “Vamos chegar a nossa meta, pelo menos pretendo, vez que é uma ferramenta importante para descongestionar o Poder Judiciário e dar a celeridade da  entrega da tutela jurisdicional, concitando as próprias partes na conciliação ou na mediação”, ressaltou o desembargador-presidente.  À oportunidade, o presidente do TJGO destacou sua forte relação com a cidade de Hidrolândia e agradeceu aos servidores do Judiciário goianos pelo empenho à frente de suas responsabilidades.

Importância do Cejusc
   25-09-hidrolandia-romerioO gerente do Cejusc, juiz Romério do Carmo Cordeiro (foto à esquerda), ao dar início à solenidade de instalação da unidade em Hidrolândia,  falou da importância do Cejusc para  a população local. “É mais uma alternativa para a solução dos conflitos. O Cejusc abre oportunidade para as partes através do dialogo que também é um resultado positivo e às vezes até com mais eficácia, porque essa solução parte da construção das próprias partes, com o auxílio do conciliador, no caso conciliaçã,o ou do mediador. No caso da mediação e em qualquer uma das oportunidades, o usuário tem uma pessoa auxiliando para que seja estabelecido o dialogo e a partir daí uma construção da solução”, salientou o juiz

A diretora do Foro local, juíza  Wilsianne Ferreira Novato (foto à direita), observou que a implantação do Cejusc na comarca de Hidrolândia constitui um avanço, “porque colaborará com celeridade na solução de conflitos, sempre almejada pela população. Restando ao juiz a solução dos conflitos complexos, ao passo que aqueles problemas de pequena ou baixa complexidade serão resolvidos pelo Cejusc, de forma mais satisfatórias e harmoniosa para as partes”.

O prefeito de Hidrolândia, Paulo Sérgio de Rezende, parabenizou a Diretoria do Foro da comarca “por trazer mais um benefício para a população do município e ao TJGO pela iniciativa de procurar novas técnicas para solução dos conflitos”.

O Cejusc de Hidrolândia vai funcionar dentro do Fórum da comarca, que fica na Rua Airton Gonzaga de Miranda, no Bairro Nazaré. O atendimento será das 8 às 18 horas, e efetuado por conciliadores e mediadores capacitados e registrados junto ao Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos – Nupemec, informou a juíza  Wilsianne Ferreira Novato. Segundo ela, a unidade começa o atendimento no dia 5 de novembro, quando terá início a Semana Nacional da Conciliação, vez que Hidrolândia também vai aderir ao movimento ao lado de outras tantas comarcas de Goiás.

25-09-hidrolandia-cejuscO evento, que visa promover a cultura do diálogo entre as partes de um conflito, e criado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ),  ocorre, anualmente, desde 2006.  Em 2018, será de 5 a 9 de novembro. "A comarca de Hidrolândia tem quase 8 mil processos em tramitação", ressaltou a diretora do Foro.

Demais participantes
 A solenidade de inauguração do Cejusc contou também com a presença do presidente da Câmara de Vereadores de Hidrolândia, Júlio Franklin de Oliveira Castro, e demais integrantes da Casa, Fabrício Cruvinel, Deusimar Augusto Mendes, José Délio Júnior, Rose, Welligton, Ricardo do Pé e Rogerinho; o delegado da seccional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) local, Antônio Mauro Matias; presidente da secional da OAB de Aparecida de Goiânia, Francisco Sena; delegado de Polícia Civil da cidade, Diogo Rincon; além da primeira dama do município, Luciana Marrie Ishizuka de Rezende.  (Texto:Lílian de França/Fotos:Aline Caetano – Centro de Comunicação Social de Justiça)

Veja a galeria de fotos

Fale conosco sobre esta página