O presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), desembargador Gilberto Marques Filho, abriu oficialmente, nesta segunda-feira (5), na comarca de Goiânia, a 13ª Semana Nacional da Conciliação. O movimento, de inciativa do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), alcança todos os Tribunais de Justiça do País e, em Goiás, a expectativa é que cerca de 50 mil atendimentos sejam realizados até sexta-feira (9).

MóvelEm outubro, foram realizadas nas comarcas do interior e da capital 598 atendimentos pela Justiça Móvel de Trânsito., alcançando 472 acordos (91%). A informação foi divulgada pelo Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec), do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), nesta segunda-feira (5).

A Semana Nacional da Conciliação começa mais cedo este ano. De segunda-feira (5) a sexta-feira (9), pelo menos 50 mil pessoas devem ser atendidas em Goiás durante o evento, que há 13 anos foi criado pelo Conselho Nacional de Justiça para promover a cultura do diálogo entre as partes de um conflito e que ocorre, anualmente, em todos os tribunais Estaduais, Federais e do Trabalho do País. A expectativa é superar os números do ano passado, quando 35,4 mil audiências foram realizadas com mais de 22,8 mil acordos, que totalizaram R$ 95,9 mil.

A 13ª edição da Semana Nacional da Conciliação (SNC) começa nesta segunda-feira (5) com ações na capital e no interior do Estado. Até sexta-feira (9), a expectativa é que cerca de 50 mil atendimentos serão realizados. A solenidade de abertura ocorrerá no Fórum Cível de Goiânia, às 9 horas, com as presenças do presidente do Tribunal de Justiça de Goiás, desembargador Gilberto Marques Filho; da  coordenadora do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec), juíza Doraci Lamar Rosa da Silva Andrade; e representantes do governo e da Prefeitura da capital, além de outras autoridades. 

O Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) inaugurou, na manhã de sexta-feira (26), o Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) na comarca de Mozarlândia. Com mais este, já somam 67 unidades instaladas no Estado de Goiás, das quais 17 na gestão do presidente Gilberto Marques Filho, que já tem programada a instalação de mais cinco centros até o final deste ano.

Fale conosco sobre esta página