29-06-piranhas-presidio01O Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) inaugurou, nesta quinta-feira (28), o 61ª Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc). A unidade fica na comarca de Piranhas, localizada a 340 quilômetros da capital.

MinistroO coordenador adjunto do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec), juiz Paulo César Alves das Neves, participou, nesta quarta-feira (20), de uma reunião com o ministro Dias Toffoli. O encontro foi realizado no Salão Branco do Supremo Tribunal de Justiça (STJ), em Brasília. Na ocasião, o magistrado tratou sobre questões relacionadas à Política Pública Nacional de Tratamento Adequado de Conflitos de Interesses, bem como formalizou convite para que o ministro participe do VII Fórum Nacional de Conciliação e Mediação, que ocorrerá em novembro deste ano, no Tribunal de Justiça de Goiás.

foto curso de mediação silvaniaO Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec) do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) encerrou, na quarta-feira (18), a 1ª etapa do curso de Mediação e Conciliação Judicial ministrado na comarca de Silvânia, que tem como diretora do Foro a juíza Nathália Bueno Arantes da Costa. O curso foi dividido em etapas teóricas e práticas, incluindo estágio supervisionado.

Com a publicação do Decreto Judiciário nº 757/2018, a remuneração do conciliador ou mediador judicial nos procedimentos pré-processuais e processos judiciais com deferimento da gratuidade da justiça será paga pelo Estado nos seguintes valores: audiência de conciliação, R$ 7,98, e a audiência de mediação, R$ 23,96. Estes valores serão reajustados anualmente pelo INPC-FGV (Índice Nacional de Preços ao Consumidor, da Fundação Getúlio Vargas), por meio de ato da Presidência do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), observa o expediente publicado no Diário da Justiça Eletrônico de segunda-feira (28).

O Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), por meio do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec), inaugurou nesta sexta-feira (6), na comarca de Orizona, o Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc). A unidade funcionará na fórum da cidade e abriga uma sala de audiência, sendo preparada para realizar conciliação e mediação e uma secretária para atendimento ao público.

Fale conosco sobre esta página