Um trabalho de ponta, eminentemente conjunto, englobando o auxílio de todas as áreas e divisões da Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Goiás para a construção e elaboração de matérias atinentes às suas respectivas atividades no órgão censor, o novo Regimento Interno da CGJGO, agora regulamentado pelo Órgão Especial em 24 de fevereiro deste ano, conforme disciplina a Resolução nº 141/2021, já está disponível no formato digital no site da CGJGO pelo link.

No período de suspensão das atividades presenciais e dos prazos processuais em autos físicos no primeiro e no segundo graus de jurisdição no âmbito do Poder Judiciário goiano, de 1º a 14 de março, conforme o Decreto Judiciário nº 666/2021, expedido neste domingo (28) pelo presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, desembargador Carlos Alberto França, em decorrência do agravamento da pandemia da Covid-19, o Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU) da Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Goiás está prestando auxílio contínuo a todos os advogados do Estado que tiverem dificuldade de acesso ou comunicação com as comarcas do Estado.

Nem o distanciamento social ou tampouco as restrições impostas pelo avanço da Covid-19 foram empecilhos para que um pai venezuelano, o operador de carga e descarga Ronniel Andres Calvo Copland, de 27 anos, juntamente com a sua esposa, Freily Desirree Becker Marquez, 25, também venezuelana, utilizando um aplicativo, em Goiânia, fizesse nesta quinta-feira (25) o reconhecimento de paternidade do seu filho, um bebê de apenas 3 meses. A iniciativa só foi possível graças ao Programa Pai Presente, executado pela Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Goiás e que, em razão do cenário pandêmico, tem adotado desde o ano passado o formato on-line para realização de audiências objetivando os reconhecimentos paternos. Somente na manhã desta quinta-feira (25) foram efetivados 29 reconhecimentos de paternidade (homologados) em audiência una on-line sequencial. Às 8 horas, 13 reeducandos do sistema prisional reconheceram seus filhos, enquanto às 10 horas ocorreram as ordinárias, com 16 reconhecimentos. A audiência foi presidida pelo juiz Eduardo Perez Oliveira, coordenador do Pai Presente em Goiânia, e contou com a presença ativa da juíza Camila Nina Erbetta Nascimento, auxiliar da CGJGO e coordenadora estadual do programa em Goiás.

Diante do avanço do novo coronavírus no País e também em Goiás, que tem se alastrado com uma nova variante (a B.1.1.7, originária do Reino Unido, estimada por ser de 50% a 74% mais contagiosa pelos cientistas britânicos), com casos já confirmados, a Corregedoria-Geral da Justiça de Goiás recomenda a todos os representantes dos cartórios extrajudiciais do Estado que permaneçam seguindo, com critério, todos os protocolos sanitários estabelecidos pelos órgãos de saúde em observância à Portaria nº 57/2020, da CGJGO, que continua em vigor. 

Com a finalidade de estabelecer uma relação harmônica e respeitosa com todos os Poderes, o novo corregedor-geral da Justiça do Estado de Goiás, desembargador Nicomedes Domingos Borges, que tem um perfil de gestão baseado em “portas abertas”, recebeu, em seu gabinete, na tarde desta quinta-feira (11), a visita de cortesia do delegado e deputado estadual Eduardo Prado, presidente da Comissão de Segurança Pública de Goiás. 

Fale conosco sobre esta página